quarta-feira, 9 de maio de 2018

Descubra quais são as profissões do futuro.

Investir em uma profissão só porque “está na moda” não é garantia de emprego certo, mas ficar de olho nas tendências, avaliando as oportunidades de mercado para direcionar a sua carreira, é fundamental para o seu sucesso profissional.
Confira as profissões do futuro e aumente suas chances de conseguir um bom emprego!
O portal Exame.com consultou especialistas em recrutamento com o objetivo de identificar as profissões que ganharão mais espaço nos próximos dez anos. A pesquisa “Carreiras do Futuro”, realizada pelo Programa de Estudos do Futuro (Profuturo), da Fundação Instituto de Administração (FIA), também subsidiou o levantamento.
De acordo com a pesquisa, as profissões mais promissoras para os 10 próximos anos pertencem às seguintes áreas:
  • Sustentabilidade
  • Infraestrutura
  • Saúde e Qualidade de Vida
  • Recursos Humanos
  • Marketing e Vendas
  • Tecnologia da Informação (TI)
  • Direito
  • Gestor de Ecorrelações

Exige conhecimento técnico ambiental, de direito ambiental e facilidade em comunicação. Seu foco é o controle socioambiental e a qualidade de vida.
Formação recomendada: Graduação em Engenharia, Administração, Economia, ou Ecologia, com especializações em Marketing ou Biologia.
  • Gestor de Resíduos

Direcionamento correto para os resíduos e a transformação do lixo em fonte de renda e energia são suas principais funções.
Formação recomendada: Graduação em Engenharia Química, Engenharia Ambiental ou Biologia.
  • Engenheiro Ambiental

O aumento da demanda por estes profissionais é certo. A preocupação com o impacto ambiental de todos os segmentos é tendência crescente.
Formação recomendada: Graduação em Engenharia Ambiental.

Infraestrutura

  • Gestor de Operações e Logística

Os crescentes investimentos em infraestrutura, como a construção de rodovias, portos e aeroportos, têm garantido novos espaços e ótimas perspectivas a estes profissionais.
Formação recomendada: Graduação em Engenharia, Administração, Economia ou Comércio Exterior.
  • Engenheiro Civil

Os investimentos em infraestrutura acompanham o crescimento do País. Profissionais ligados ao setor da construção continuarão com empregabilidade em alta.
Formação recomendada: Graduação em Engenharia Civil.
  • Engenheiro de Petróleo e Gás

Fontes de energia estão entre os recursos mais necessários ao desenvolvimento. O maior desafio destes profissionais é buscar técnicas mais eficientes de extração.
Formação recomendada: Graduação em Engenharia de Petróleo.

Saúde e Qualidade de Vida

  • Engenheiro Hospitalar

Este profissional é responsável pelos equipamentos de alta precisão, treinamentos e relacionamento com fornecedores.
Formação recomendada: A Engenharia Hospitalar é um ramo da Engenharia Biomédica, um curso recente que já assumiu lugar de destaque na área.

  • Bioinformacionista

Considerado o novo profissional da área de Saúde, sua atividade profissional alia a genética ao desenvolvimento de medicamentos.
Formação recomendada: Graduação em Farmácia, Medicina, Biotecnologia. Formação em Medicina e especialização em Farmácia, ou graduação em Farmácia e pós em Medicina são as combinações sugeridas.

  • Técnico em Telemedicina

O Técnico em Telemedicina deve atuar nas áreas mais remotas do Brasil, permitindo o acesso dos pacientes a diagnósticos e tratamentos, mesmo estando distantes das equipes médicas.
Formação recomendada: profissão voltada a Engenheiros da Computação, Analistas de Sistemas e profissionais da Saúde.
  • Conselheiro de Aposentadoria

A missão deste profissional é auxiliar no planejamento da aposentadoria, dos pontos de vista financeiro, ocupacional e de plano de saúde.
Formação recomendada: Requer conhecimentos em Administração, Contabilidade e Economia.
  • Gestor de Qualidade de Vida

O foco de sua atuação é a busca da melhoria da qualidade de vida em ambientes de trabalho, procurando garantir o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional dos colaboradores.
Formação recomendada: Este profissional geralmente tem formação em Saúde. O que conta pontos é a experiência no setor de Recursos Humanos.

Recursos Humanos

  • Coordenador de desenvolvimento da força de trabalho

Alia conhecimentos em psicologia, administração e gestão de pessoas e atua com foco na educação continuada do quadro funcional de uma instituição.
Formação recomendada: Graduação em Psicologia, com especialização em Administração e ênfase em Gestão de Pessoas.
  • Gestor de treinamento de varejo

É o profissional responsável pela padronização do atendimento ao cliente em redes de varejo e pelo treinamento dos funcionários que prestam este atendimento.
Formação recomendada: Graduação em Administração de empresas e Recursos Humanos.

Marketing e Vendas

  • Gestor de marketing para e-commerce

As vendas pela internet não param de crescer.  Este profissional deve garantir às empresas maior segurança nas transações comerciais e melhor posicionamento na Internet.
Formação recomendada: graduação em Marketing, Publicidade, Engenharia da Computação, Ciência da Computação ou Sistemas de Informação.
  • Gestor de inovação

A tendência é que a inovação deixe de estar ligada apenas ao desenvolvimento de novos produtos, e exerça papel fundamental na otimização de processos e redução de custos.
Formação recomendada: Marketing e especialização em Pesquisa de Mercado são as principais indicações dos especialistas.

Tecnologia

  • Gestor de comunidade

É o profissional que gerencia o relacionamento com consumidores em redes sociais, acompanha o posicionamento da marca e da concorrência e identifica novas oportunidades no segmento.
Formação recomendada: graduação em Marketing, valorizando-se a formação em Plataformas Online.
  • Especialista em cloud computing

Cargo voltado a profissionais da área de Tecnologia da Informação, responsáveis pelo gerenciamento da armazenagem de dados em nuvem.
Formação recomendada: Tecnologia da Informação.
  • Gestor de Big Data

Esta função exige conhecimentos em estatística, tecnologia e matemática. O profissional deve analisar as informações recebidas pela empresa e direcioná-las aos departamentos competentes.
Formação recomendada: Tecnologia da Informação, Matemática e Estatística.

Direito

  • Advogado societário

É o advogado especializado em operações de fusões e aquisições. Os melhores cursos nesta área são oferecidos na Inglaterra e Estados Unidos.
Formação recomendada: Direito.
  • Advogado tributário

É o advogado que atua com questões de legislação e carga tributária. Tem um papel cada vez mais estratégico nas organizações, especialmente no Brasil.
Formação recomendada: Direito, especialização em Direito Tributário, Economia, Ciências Contábeis.
Agora que você já conhece as profissões mais promissoras para os 10 próximos anos e a formação exigida para cada uma delas, pode direcionar melhor a sua carreira, seja fazendo um curso superior ou uma pós-graduação na área.

Onde estudar

Independentemente da sua escolha de carreira, é importante cursar uma universidade que tenha o aval do Ministério da Educação (MEC), pois só assim seu diploma será reconhecido no mercado.

Fonte: www.guiadacarreira.com.br/profissao/profissoes-do-futuro

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Como se preparar para as profissões do futuro?

Embora se perceba que com a chegada da tecnologia algumas atividades foram extintas ou sofrem com a baixa demanda, como por exemplo, quebrador de gelo e de telefonista, várias outras surgem para atender esta demanda que requer inovação para acompanhar tais transformações.

As profissões do futuro estão ligadas à gestão, tecnologia e sustentabilidade. Assim, ao considerar o surgimento significativo de diversas novas profissões na atualidade e o eventual interesse dos jovens por inovação no campo profissional, ou seja, pelo desenvolvimento de sua carreira em áreas  pouco usuais, o professor Vanderlei Brasil, do Programa Unisul Carreiras (POC), passa algumas dicas de quais procedimentos e atitudes devem ser levados em conta:

– observar sistematicamente o que mídia (nos diversos veículos) notícia sobre assuntos que envolvem as áreas de trabalho da sua profissão; os assuntos/temas abordados pela mídia podem funcionar como indicativos de demandas sociais já que mencionam problemas para os quais ainda não há soluções, seja por falta de capacidade tecnológica ou capacidade política;
– qualificar-se o máximo possível em tecnologias digitais, considerando que muitas inovações dependem desse tipo de tecnologia; isto vale tanto para atividades que têm a tecnologia como fim, quanto para atividades que têm a tecnologia como meio e isso ocorre porque mesmo atividades profissionais “fora da área específica de tecnologia”  têm incorporado e continuarão incorporando tecnologias para melhorar ou simplificar os seus trabalhos;
– avaliar as atividades profissionais inovadoras em termos da sua longevidade, ou seja, avaliar o que pode ser uma atividade nova que tem sustentação para permanecer por um bom tempo existindo no mercado e o que são “atividades da moda”, cujo tempo de existência pode ser muito curto já que atende uma demanda social muito limitada a uma época ou a um lugar;
– verificar nichos de trabalho, observando as áreas de atuação ainda pouco desenvolvidas na sua profissão; tais áreas, em que ainda há pouco trabalho desenvolvido, podem se tornar espaços de oferta de trabalhos inovadores para demandas já existentes;
– algumas áreas com forte potencial para profissões inovadoras: saúde e qualidade de vida; ecologia e sustentabilidade; marketing e vendas; tecnologia de informação. De um modo geral, basta dizer que todos os problemas humanos (tanto os velhos ainda não resolvidos, quanto os novos criados pela sociedade atual) geram demandas profissionais que precisam ser resolvidas. Assim, as profissões são criadas (e se mantém em exercício) exatamente na condição de atender tais demandas e melhorar a condição de vida humana.
Fonte: http://hoje.unisul.br/como-se-preparar-para-as-profissoes-do-futuro/

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

O Cérebro Reptiliano, por Jerônimo Mendes

Todos os seres humanos possuem aquilo que os antropólogos, sociólogos e estudiosos da psicologia cognitiva chamam de cérebro reptiliano, localizado no topo da espinha dorsal. Este pequeno órgão é considerado o responsável pela nossa sobrevivência há milhares de anos.

O cérebro reptiliano não é um mero conceito. Ele é fato, está sempre com fome, sede, medo, raiva e tenso. Sua preocupação principal é a segurança, pois aprendeu há muito tempo que é bem mais fácil entrar na zona de conforto do que lutar por um lugar ao sol.

O aumento da complexidade humana e, por consequência, o aumento da competitividade no mundo em que vivemos favoreceram a identificação do cérebro reptiliano. É possível distinguir claramente quando utilizamos o resultado do nosso processo evolutivo (razão) e quando utilizamos o resultado do processo irracional (emoção), fruto da herança reptiliana.

Apesar de termos evoluído bastante em termos de cooperação, o cérebro reptiliano define as regras da sobrevivência. É um ser enigmático, irracional, de dimensões primitivas, predominante no comportamento humano.

Nas palavras de Seth Godin, autor e guru norte-americano, o cérebro reptiliano vai lutar até a morte se necessário, mas ele prefere fugir. Em geral, é vingativo e não vê nenhum problema em ficar com raiva. Importa-se com o que todo mundo pensa e manter o status na tribo é essencial para a sobrevivência.

Diferente dos seres humanos, os animais ainda possuem o seu cérebro cem por cento reptiliano. Eles fazem o que fazem porque é a única coisa que sabem fazer, usar o instinto. Você nunca vai encontrar o leão argumentando com a presa: - hum, será que devo comê-lo ou não?

O cérebro reptiliano é o órgão responsável pelo seu medo, pela sua resistência, pelo recuo na maioria das vezes. É a razão pela qual você não expressa integralmente todo o seu potencial. É a única fonte de bloqueio da sua genialidade ou da sua vontade de realizar as coisas.

Quantas ideias boas você já teve na vida? Centenas delas, ou será que você só tem ideia ruim? Dentro de cada ser humano – isso não é privilégio de um nem de outro – existem duas partes distintas: o sim e o não, o otimista e o pessimista, o gênio e o resistente.

Daemon é uma palavra grega que os gregos acreditavam se tratar de um ser separado que habita em cada um de nós. Os romanos se referiam ao daemon como gênio, ou seja, aquele que vive dentro do ser humano para produzir arte em qualquer área com a qual ele se identifique.

Antes da Revolução Industrial e dos empregos formais, éramos todos gênios ou daemon. Dentro de nós havia um artista genial, um pintor, um escultor, um artesão de mão cheia, um músico capaz de extrair som dos instrumentos mais primitivos.

Com a Revolução Industrial e a promessa dos empregos seguros, estáveis e tranquilos, a maioria foi confinada em espaços milimetricamente planejados para abafar o gênio e estimular a resistência.

A resistência existe há um milhão de anos. O daemon (gênio) também, entretanto, a resistência é mais forte na maioria das pessoas. Ela tem medo do que pode acontecer se você se tornar diferente. Ela não está acostumada ao sucesso, portanto, ela assume o controle e tenta se proteger.

Imagine se a resistência vai deixa-lo abandonar o emprego que você conquistou com tanto esforço, afinal, ali você está garantido pelo resto da vida ainda que não seja feliz. De fato, o cérebro reptiliano existe para mantê-lo vivo. A resistência provoca angústia, ou seja, conflito entre suas ideias geniais e o mundo lá fora.

A resistência quer que você se aposente primeiro, pois falta apenas vinte anos e o que são vinte anos? Você não vai trocar o emprego fixo por essa ideia maluca de abrir o próprio negócio, vai?

Em todos os momentos, a resistência está sempre tentando inibir as ideias brilhantes que o daemon produz. Lembre-se das ideias fantásticas que você já teve, mas foram abafadas pela sua resistência. E o que é pior: as ideias que você abandonou renasceram na cabeça de alguém que soube neutralizar a resistência e aproveitá-las melhor.

O exemplo mais vivo que tenho em mente é o de Eloy D´Avila, fundador da Flytour, a maior empresa de pacotes de viagem do Brasil. A empresa fatura hoje mais de R$ 4 bilhões por ano. A resistência o perseguiu por vários anos e, apesar de tudo, o daemon se saiu vencedor.

Depois de apanhar em casa, perder todos os dentes da frente com um soco, passar fome, perambular pelo sul e sudeste de carona em carona, dormir em pontos de ônibus, bancos de praça e areias da praia, vender pastéis, ser mordido por cachorros raivosos, contrair sífilis e passar por todo tipo de privação, ainda conseguiu se salvar e criar uma empresa de nome internacional.

Se você acha que tem problemas, leia a história dele na Internet. Você pode digitar a frase “Passei muita fome, conta o dono da bilionária Flytour” no Google e ler a história completa. Leia do começo ao fim e tire suas próprias conclusões. É de tirar o fôlego.

Assim como é na vida pessoal é na profissional. Você trabalha o tempo todo com pessoas que vivem à mercê da resistência e adoram seguir as regras, afinal, em time que está ganhando não se mexe. A resistência vive esbravejando ao seu ouvido: - cuidado, você pode fracassar.

Portanto, cada vez que você ouvir a voz da sua resistência lembre-se: na maioria das vezes você vai fracassar, mas se fizer um levantamento rápido de todas as pessoas que já fracassaram, incluindo amigos seus, vai ver que todas estão vivas e a maioria venceu o cérebro reptiliano.

Como diz o próprio Godin, você se torna um vencedor quando se torna bom em fracassar. Ao tentar de novo por muitas e muitas vezes você vai fortalecer o daemon e dar um claro sinal de demonstração que a resistência não tem a mínima chance contra você.

Pense nisso e empreenda mais e melhor!

Jerônimo Mendes
Administrador, Coach, Professor Universitário e Palestrante, apaixonado por Empreendedorismo. Mestre em Organizações e Desenvolvimento Local pela UNIFAE. Livros Publicados: Empreendedorismo para Jovens (Atlas) Manual do Empreendedor (Atlas) Oh, Mundo Cãoporativo! (Qualitymark) Benditas Muletas (Vozes) Encontro das Estrelas (Canção Nova) Benditas Muletas (Nueva Palavra, México).

terça-feira, 25 de junho de 2013

O Tesouro do Dragão


Poesia de Nótlim Jucks


Quando a olho, meu coração se inflama;
ela possuí aquele encantamento que não se explica,
aquele brilho nos olhos que só se pode admirar e sonhar.
Algo que muitas vezes nos faz inutilmente hesitar.

Há tanta determinação em seu sorriso

que fica difícil não entender;
ela ilude o tempo e conhece o caminho;
um caminho trilhado rumo ao paraíso.

Ela é um misto de alegria e seriedade;
ela vive e aprende as lições que a vida ensina,
olha adiante e vê tudo que ainda pode ser;
como os sonhadores que veem a vida a sua maneira.

Há aquela porção do artífice do Universo nela;
aquela mágica que muitas vezes ela não sabe como,
mas que surge de dentro dela e lhe dá prazer;
o prazer de ser extraordinária no que faz.

Toda vez que paro e lhe dou atenção,
é como se ela sem querer se infiltrasse em meu coração;
um efeito instantâneo de um sorriso delicioso
e um olhar intrigantemente misterioso.

Como uma lenda universal ela é a potencialidade;
é a vida que palpita em seu verdadeiro sentido.
É a loucura de sonhar e a força de realizar,
o poder de se preparar e confiar em si.

Ela é a trova do trovador,
a paixão do cavaleiro andante;
o Graal de Parsifal,
a princesa que converteu o deus excedente.

E inutilmente meu coração hesita;
mas no fundo sabe que se ela desejar,
não há nada que possamos fazer;
ela continuará a nos fazer sonhar.

Ela é o tesouro guardado por Smaug;
ela se faz todas as minhas historias de fantasia,
todas aquelas que consigo lembrar.
Ela é Turandot que apaixona os guerreiros.

Ela é assim um sonho distante de mim;
mas não simplesmente um fim,
é o principio, o ritmo que infla meu coração;
o sorriso pelo qual hoje me deixei tomar.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Quando faltam palavras.

E aí quando você já não tem mais palavras, inspiração ou qualquer coisa que faça que você consiga expressar o que sente, o que passa, o que pensa...surge David Bowie do seu hiato de 6 anos e lança essa preciosidade.